Investimento em educação: o exemplo de Portugal