fbpx

Maiores hospitais de Lisboa só conseguiram preencher quatro vagas de Medicina Interna

No Centro Hospitalar Lisboa Norte ficaram 15 vagas vazias e no Centro Hospitalar Lisboa Central 14, tendo sido apenas preenchidas duas vagas em cada um

Em 2023, segundo dados disponibilizados pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), 2330 candidatos concorreram ao internato das especialidades médicas que terá início em janeiro de 2024. Deste total foram colocados 1836, cerca de 80%, havendo 20% de jovens médicos que preferiram não escolher uma área para fazerem especialidade no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Ficaram descobertas 407 vagas das 2242 que foram lançadas. Um número bem mais elevado do que aquele que foi registado nos últimos dois anos, já que, em 2022, ficaram por preencher 161 das 2057 vagas lançadas, e em 2021 foram 50 das 1938. As especialidades de Medicina Geral e Familiar e Medicina Interna continuam a ser as mais preteridas em relação ao conjunto das 48 que foram a concurso, ficando cada uma com 165 e 104 vagas por preencher, respectivamente, 26,7 % e 58,8% das lançadas. Dois dos grandes hospitais do país, situados em Lisboa, apenas conseguiram preencher duas vagas, cada um, na área de Medicina Interna.

De acordo com informação das estruturas sindicais, estas duas grandes unidades são o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, que integra Santa Maria e Pulido Valente e ficou com 15 vagas vazias nesta área, e o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central, que integra São José, Curry Cabral, Capuchos, Santa Marta, D. Estefânia e Maternidade Alfredo da Costa, e ficou com 14 por preencher (Divulgado no portal Diário de Notícias de Portugal).

SE VOCÊ DESEJA VALIDAR SUA ATUAÇÃO COMO MÉDICO EM PORTUGAL, podemos lhe ajudar no reconhecimento do curso de medicina, no reconhecimento da especialidade e no ingresso nas especialidades médicas em Portugal. Fale aqui com nossa equipe de atendimento EmPortugal Consultoria .

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe:

×