fbpx

#Equivalência em medicina 2018#

Finalmente, depois de mais de um ano aguardando, os médicos que esperam a possibilidade de fazer a equivalência de seus títulos tem uma boa notícia.
As universidades portuguesas aprovaram o novo processo de equivalência de medicina. O processo foi aprovado por unanimidade em 13 de julho de 2018 e aguarda a publicação no Diário da República (o Diário Oficial Português).
Havia a expectativa que a publicação fosse feita próxima do dia 15 de setembro e as universidades já se programavam para disparar o novo processo de equivalência dia 17/09.  Como não ocorreu, esperam dia à dia pela referida Publicação.
Para quem não tem acompanhado o percurso que as equivalências acadêmicas tem sofrido até agora, vou relatar brevemente;
Até 2015, embora houvessem limitações legais nos seus conteúdos, as universidades usavam o bom senso  e realizavam as equivalências de todos os cursos sem provas ou critérios excludentes(de todos os cursos compatíveis). No entanto,  a demanda de títulos a serem reconhecidos aumentou muito e as universidades passaram a ter dificuldade de enquadrar todos os cursos às suas regras, já que a pluralidade de horas aula e conteúdos  é muito grande e sem padrão.
Visando um critério de equidade, em 2016 as universidades passaram a adotar uma prova de avaliação.  E no processo realizado  em abril de 2017 realizaram 3 provas;  Uma prova objetiva de conhecimentos gerais, com 100 questões, a mesma do ingresso no internato médico. Após a prova, o diagnósticos de 2 pacientes e por fim a defesa de um trabalho monográfico. Todas eliminatórias.
Agora voltamos para os dias atuais.
Após o concurso de 2017, as universidades entraram em um processo de reanálise  dos critérios de seleção e estamos a mais de ano aguardando a divulgação do processo de equivalência em medicina.
Para 2018 as universidades de medicina ainda não abriram os processos de equivalência, mas tivemos acesso ao sistema que será adotado e que aguarda publicação oficial.
Então apresentamos abaixo como será o processo de equivalência em medicina de 2018. Ele deverá ocorrer ainda este ano.
– A primeira mudança á que todas as universidades realizarão o processo simultaneamente e a prova é realizada em conjunto pelas escolas médicas.
– Como no exame anterior, serão três provas, mas com características um pouco diferentes;
A PROVA
A prova terá 120 questões e será de escolha múltipla. Com cinco hipóteses e uma resposta certa. O médico terá 180 minutos para a realização.
Engloba as seguintes áreas da medicina:
 Medicina Interna (40 questões), Cirurgia Geral (20 questões), Pediatria (20 questões), Obstetrícia/Ginecologia (10 questões), Clínica Geral (10 questões), Saúde Pública (10 questões), Saúde Mental (10 questões);
A bibliografia sugerida deve levar em conta publicações com atualização nos 18 meses anteriores à prova.
Serão aprovados os alunos que alcançarem 50% de acertos ( 60 questões).
Se aprovado, o candidato irá para a segunda prova.
Prova Prática/Clínica:
O diagnóstico de um doente, com preparação de relatório.
O candidato tem 60 minutos para entrevistar o doente  e outros 60 minutos para redigir um relatório contendo a história clínica, proposta de terapêutica e prognóstico que será apresentado para a banca.
A classificação será de “aprovado” ou “não aprovado” e deve ter uma classificação na escala de 10 a 20, no caso de aprovação.
“Trabalho Final de Mestrado Integrado” ou equivalente
Os candidatos aprovados nas provas anteriores devem apresentar um dos seguintes trabalhos:
1-    Dissertação; ou
2-    Monografia; ou
3-    Relatório Curricular.
Apresentado para um júri formado por três docentes especialistas na área do trabalho apresentado pelo candidato.
A classificação assume a forma de “aprovado” ou “não aprovado” e pode ter uma classificação na escala de 0 a 20. 
  •          O cálculo da nota final resulta da média aritmética das três provas, na escala de 0 a 20.
  •          Cada candidato pode apresentar-se a Exame de Equivalência, no máximo, duas vezes, em cada Escola Médica.
Acompanhe a EM PORTUGAL em nosso site www.emportugalconsultoria.com.br  e nas mídias sociais, Divulgaremos todas as informações e novidades sobre o processo de equivalência 2018.  
Caso você precise de consultoria especializada para realizar o processo, contrate nossos serviços.

Compartilhe:

×