fbpx

É possível para um brasileiro estudar Medicina em Portugal?

Portugal tem sido um país muito visado por brasileiros que desejam cursar madicina no exterior.devido ao seu baixo custo, facilidade da língua e cultura próxima, além de possuir uma lista de Universidades Públicas conceituadas e reconhecidas pela qualidade de ensino

Em primeiro lugar é importante saber que os cursos de Medicina em Portugal atualmente são oferecidos apenas pelas universidades públicas. Entretanto, o Governo Português proíbe a candidatura aos cursos de Medicina para o estudante internacional.

 Mas é possível  fazer mestrados (isolados) ou doutorados em Medicina, e nestes casos, o estudante deve ter diploma de medicina, entre outros documentos para tal candidatura.

Para estudar Medicina, sem ser cidadão europeu, o brasileiro tem duas alternativas:

A)– Residir Legalmente em Portugal há mais de 2 anos (sem interrupção)

Neste caso, deverá possuir a sua autorização de residência, NIF, entre outros documentos que comprovam que reside em Portugal há mais de 2 anos legalmente. É importante informar que, no mínimo, estes 2 anos deverão estar completos até o dia 31 de Agosto do ano letivo que pretende estudar na universidade. 

B) – Solicitar o Estatuto de Igualdade de Direito e Deveres

Para solicitar este estatuto, deve residir em Portugal durante 6 meses e após este período deve soliciar o Estatudo de Igualdade de Direitos e Deveres.

Cumprindo um dos pré-requisitos acima e tendo feito os exames nacionais exigidos, poderá candidatar-se através do concurso nacional de acesso, em igualdade com qualquer estudante português.

Como é o processo seletivo

 

O Ingresso no curso de medicina  se dá através do concurso nacional de acesso ao ensino superior, organizado pela Direção Geral do Ensino Superior (DGES).

Os estudantes são selecionados de acordo com a nota de candidatura, que é a ponderação entre a média final do ensino secundário (50%) e a classificação nas provas de ingresso específicas de cada faculdade(50%).

As provas de ingresso em medicina são:

  • Biologia e Geologia
  • Física e Química A
  • Matemática A(a EMUM, a FMUP e o ICBAS aceitam em alternativa, como prova de ingresso, Matemática B)

classificação mínima exigida nestes exames nacionais pelas faculdades é, na maioria dos casos, 140 (numa escala de 0 a 200), mas há faculdades que exigem notas superiores, nomeadamente a FCM|NMS (150) e a FMUL e UM (160).

A formação em Medicina é regulamentada a nível europeu e reconhecida entre os estados-membros da EU, ou seja, o profissional desta área pode atuar em toda a união européia.  

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
×