fbpx

Qualidade de vida de Portugal conquista médica gaúcha

Desde outubro de 2022 trabalhando como médica plantonista do Serviço de Urgência Básica do Hospital de Amadora Sintra, a anestesiologista brasileira Vanessa Rezende Balle conta sobre a nova vida com a família em Portugal: ‘segurança e educação de qualidade para criar meu filho’

NÃO PERCA: Acompanhe live especial com a médica Vanessa Rezende Balle nesta quinta-feira (15 de fevereiro) no canal do You Tube da Em Portugal Consultoria.

Em 2019, quando fez a inscrição para a prova de validação do curso de medicina em Portugal, após contratar a Em Portugal Consultoria, a médica anestesiologista Vanessa Rezende Balle, de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, não imaginava que uma pandemia já estava em curso e próxima de atingir todo o mundo.

Um período turbulento e difícil que coincidia com as mudanças das regras para validação do diploma de médicos estrangeiros em Portugal.

Os desafios e a burocracia se somaram, mas com a experiência e a dedicação da gestora da Em Portugal Consultoria, Geceli Vivan, o sonho de atuar em Portugal como médica, proporcionando uma vida com mais segurança e qualidade para toda a família foi realizado. Acompanhe os principais momentos desta bela história que une medicina, amor e empreendedorismo.

Médicos brasileiros Vanessa e Ricardo Balle iniciam nova vida em Portugal: curtindo pôr o sol na praia grande da cidade de Sintra

Atuação como anestesista em hospitais públicos e em clínica privada no Brasil

No Brasil, Vanessa atuou como médica anestesista em hospitais públicos e privados de Porto Alegre

Formada em medicina pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Vanessa Rezende Balle especializou-se m anestesiologia pela Santa Casa de Porto Alegre, concluída em 2000. Em 2003 obteve o título de Mestrado em Ciências Médicas, também pela UFCSPA. Atuou como anestesista em hospitais públicos e em clínica privada da capital gaúcha.  Um destino natural para a maioria dos  estudantes formados em medicina do Brasil.

Após o casamento com o anestesiologista brasileiro Ricardo Sanguinett em 2018 e o início da adolescência do filho Pedro, novos fatores começaram a pesar para o casal além do sucesso financeiro na profissão. Começou aí o sonho de morar em Portugal e proporcionar uma vida com mais segurança e qualidade para a família.

“Encontrei a Geceli Vivan, da Em Portugal Consultoria, em uma pesquisa na internet porque eu tenho mestrado em Ciências Médicas e eu tinha esperança de conseguir a equivalência através do mestrado, que antigamente em Portugal era possível”, lembra Vanessa sobre o primeiro passo dado em 2018 em busca da internacionalização de sua carreira na Europa.

Como explica a médica brasileira, na época a revalidação do diploma de médicos estrangeiros em Portugal passava por um período de mudança de regras e o reconhecimento de seu título de mestrado cursado no Brasil não garantiu a equivalência do diploma de medicina. “A Em Portugal conseguiu que fosse reconhecido meu mestrado em Portugal, mas isso não foi o suficiente para o exercício da medicina, daí em 2019 me inscrevi para fazer a prova teórica de revalidação do diploma, depois prova prática e apresentação de currículo”, lembra.

De mudança para Portugal: a despedida da família Balle em 2019, no aeroporto de Porto Alegre

Revalidação do diploma em Portugal: ‘Pra mim o trabalho da Em Portugal Consultoria foi fundamental’

Vanessa aponta as dificuldades com a burocracia dos órgãos de Portugal durante a pandemia, período em que realizou as provas para revalidação do seu diploma médico. “Eu não tinha nem ideia por onde começar, o que precisava fazer, é uma burocracia imensa, Portugal nos ensinou a burocracia e eles são mestres, a gente acha que o Brasil é burocrático, Portugal é muito pior”, desabafa.

Pela lentidão enfrentada devido às mudanças nas regras terem coincidido com o período da pandemia, Vanessa lembra que o trabalho da Em Portugal Consultoria foi fundamental para a conquista finalmente do seu ingresso na Ordem dos Médicos de Portugal, em 2022.

“A Geceli já conhece os caminhos, sabe quais os documentos, eu não saberia nem pedir os documentos à minha universidade se ela não tivesse me ajudado, a verdade é essa, e eu morava ainda no Brasil. Pra mim o trabalho da Em Portugal Consultoria foi fundamental porque eu não sabia nem por onde começar”, destaca a anestesiologista.

A nova vida na Europa: ‘pra mim o motor de tudo foi procurar um lugar onde eu me sentisse segura para criar meu filho’

Família curtindo férias em Varenna (Lago di Como), na Itália

Atuando desde outubro de 2022 como médica plantonista do Serviço de Urgência Básica do Hospital de Amadora Sintra, em julho de 2024 Vanessa completa 5 anos morando em Portugal. E ela só tem coisas boas para falar da nova vida com a família na Europa, em todos os sentidos.

“Primeiro, qualidade de vida no sentido de ter segurança, porque pra mim o motor de tudo foi procurar um lugar onde eu me sentisse segura para criar meu filho e onde ele tivesse uma educação de qualidade e um meio cultural muito melhor e isso acho que não teria como ter sido melhor”, comemora Vanessa.

Casal possui empresa que aluga cozinhas para restaurantes

Talento também na cozinha e nos negócios: casal abriu empresa de aluguel de cozinhas para restaurantes

Além de atuar como médica, Vanessa e o  marido Ricardo Balle, 60 anos, possuem uma empresa que atende o setor de gastronomia em Portugal. “Alugamos cozinhas para restaurantes, algo novo. Ele é também anestesista, mas não quis fazer o processo todo de revalidação do diploma, nós tínhamos já os planos de abrir um negócio aqui em Portugal e ele ficou à frente disso. Como saiu o meu reconhecimento, eu fui para a medicina, ele está cuidando da empresa”, explica Vanesssa.

‘O custo de vida aqui é muito mais barato do que no Brasil!’

 A facilidade e baixo custo de deslocamento entre os países da Europa também é apontada pela médica como fator positivo de morar em Portugal. “Além da questão da segurança, é maravilhoso a gente estar na Europa e, em uma hora e meia ou duas horas, estar em qualquer lugar, a gente tira um final de semana vai para Barcelona, no outro final de semana vai para o sul da França, o custo de vida aqui é muito mais barato do que no Brasil!”, assegura. 

“Não precisamos de tanto dinheiro para viver aqui. Eu compro uma passagem de ida e volta para Barcelona ou qualquer lugar da Europa por 40 euros, que daria pouco mais de 200 reais. Pra mim é outro ganho assim que vale muito!”, observa Vanessa Rezende Balle.

Final de semana em Londres: ‘facilidade e baixo custo de deslocamento entre os países da Europa'

Filho estuda no Instituto Superior Técnico de Engenharia em Informática de Portugal

A médica Vanessa Rezende Balle revela que o filho Pedro, 20 anos, também se adaptou muito bem com a nova vida em Portugal e está estudando no Instituto Superior Técnico de Engenharia em Informática.

“Uma excelente faculdade, que é pública e eu pago pouquíssimo! No Brasil não tenho ideia se ele teria a mesma qualidade de ensino e o quanto que eu teria de pagar por isso.  Porque é uma faculdade que abre portas para a Europa inteira, então ele não necessariamente vai ficar aqui em Portugal, ele pode ir para qualquer lugar porque é reconhecido o ensino daqui em toda a Europa”, observa a médica.

Outro benefício citado por ela é a tranquilidade para os pais em relação à segurança dos filhos fora de casa.

“Meu filho viaja sozinho em Portugal e outros países da Europa, com toda a tranquilidade, e eu não tenho aquela preocupação horrível cada vez que ele saía como quando morávamos no Brasil, só isso já me valeu todo o esforço!”, revela a anestesiologista Vanessa Rezende Balle.

SE VOCÊ É MÉDICO E DESEJA INTERNACIONALIZAR SUA CARREIRA NA EUROPA, NÓS PODEMOS AJUDAR!

A Em Portugal Consultoria oferece suporte na validação do seu curso superior, na obtenção do Reconhecimento e Ingresso da especialidade em Portugal. Fale com nossa equipe aqui EmPortugal Consultoria 

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
×